Nada devia ser grátis

Na vida há troca.

Ninguém dá nada a ninguém. E é mesmo assim que deve ser.

Ai que negativo, Valter… – Será o que estás a pensar?

Esta é uma realidade, uma daquelas constantes máximas e absolutas. Se estás a dar sem receber nada em troca estás a caminhar para um sitio escuro.

Nunca dês, troca. Aliás, DÁ MUITO mas se não receberes nada em troca nunca mais voltes a dar a essa pessoa ou situação. Em demasiados relacionamentos ou momentos na vida somos apanhados em situações de “dar e não receber”, quando isso acontece é sinal que deves avaliar e, quase sempre, fugir deles.

Não me interpretem mal, eu não estou a dizer para não serem generosos ou altruístas. Se tudo ocorrer como deve ocorrer quem dá mais receberá ainda mais.

Quando falamos em “dar” o que nos vem logo à cabeça são bens materiais, porém o “dar” vai muito mais além. Nós passamos o dia a dar e, se tudo correr bem, a receber.

Nós damos atenção a um amigo, nós damos tempo a um projecto profissional, nós damos uma sandes a um sem-abrigo, enfim, damos e esperamos receber em troca algo (nem que seja sub-conscientemente). Esperamos que aquele amigo esteja lá para nós quando também precisarmos de ser ouvidos, esperamos que o projecto profissional nos compense financeiramente ou moralmente, esperamos um sorriso de agradecimento do sem-abrigo. Estes são apenas alguns exemplos.

A grande maioria das pessoas achará que esta é uma forma egoísta de olhar para o assunto, que o dar não implica receber. Infelizmente é essa mentalidade que as levará, inevitavelmente, a situações em que serão “presas” por pessoas que têm a mentalidade exactamente oposta, narcisista e egocêntrica. Sejam elas os amigos, os companheiros ou os patrões. E, nessas situações, não vão sentir-se bem.

Façamos um paralelismo interessante com a Natureza. Aí podemos sempre encontrar a resposta para como o mundo deveria funcionar. Neste tema não é excepção.

Para colher algo da Natureza terás SEMPRE que semear primeiro. A Natureza NUNCA dá sem receber primeiro. A abelha recebe o pólen das flores, todavia poliniza as flores seguintes. Não há nada grátis, no entanto a retribuição da Natureza é sempre muito maior.

Para nós humanos isto serve de lição. Se estamos numa situação de dar unilateralmente e incondicionalmente estamos, naturalmente, errados.

Não quer dizer que, como na Natureza, não haja momentos que por alguma tempestade ou seca não colhas o que plantaste. Se uma pessoa te falha uma vez não a deves abandonar imediatamente. Se uma pessoa não te agradece uma gentileza não vais deixar de fazer gentilezas. Por vezes até podes ser tu que estás a dar da forma errada.

Temos que avaliar se estamos a semear bem, se estamos a semear a semente certa para aquele “terreno”, ou se simplesmente devemos abandonar e semear noutro lado, noutro terreno mais fértil. Se é uma situação persistente provavelmente é tempo de mudar.

Sê rápido a fazer essa avaliação. A vida é feita de simbiose. É de dar e receber mais. Não deixes que mentes egoístas te aprisionem na sua pequenez de receber sem dar.

Dá, recebe e dá mais ainda, sempre.

Com amizade,

Valter,

Uma Avestruz Voadora

unsplash-logoBen White

Written by Valter